Publicado por: Jotacê | outubro 7, 2008

Post do leitor – Temos o remake, mas não o original

The-omega-man
>The Omega Man (1971)

Mais uma contribuição do leitor Alexandre “NerdMaster” Garcia, agora falando de edições originais de remakes que nos deixam chupando o dedo aqui no Brasil.

——-

Saudações amantes do DVD. Venho até vocês com mais uma “reportagem investigativa” a respeito de mais uma das condutas estranhas que as distribuidoras brasileiras fazem com nosso sofrido mercado.

Esse texto traz a tona também uma prática muito comum no mercado cinematográfico internacional (principalmente nos EUA) que se chama “remake”. Para quem não sabe um filme remake é um filme baseado/adaptado/copiado na cara-dura a partir de um outro mais antigo.

Um dos exemplos que podemos citar e que todos devem conhecer é o filme A Fantástica Fábrica de Chocolates, cujo original foi dirigido por Mel Stuart e estrelado por Gene Wilder em 1971 e cujo Remake foi dirigido por Tim Burton e estrelado por Johnny Depp em 2005.

Uma coisa que ocorre de “estranho” por aqui no Brasil é que muitos desses filmes Remake são lançados aqui e o público em geral nem sabe que eles são Remakes pois nunca foram lançados os originais por aqui.

Descrevo agora uma lista que compilei com a ajuda de meus amigos da comunidade Viciados em DVD – EE no Orkut, desses filmes que nós temos o remake, mas não o original:

– A Gaiola das Loucas (The Birdcage – 1996): Dirigida por Mike Nichols e estrelada pelos brilhantes Robin Williams e Nathan Lane, essa comédia americana é baseada na também comédia franco-italiana A Gaiola das Loucas (La Cage aux Folles) , dirigida por Edouard Molinaro e estrelada por Ugo Tognazzi e Michel Serrault em 1978. O filme original teve ainda duas continuações em 1980 e 1985. Nem o original e nem suas continuações foram lançadas aqui no Brasil.

– Flubber – uma invenção desmiolada (Disney’s Flubber – 1997): Dirigida por Les Mayfield e estrelada por Robin Williams, essa comédia foi baseada no telefilme Um Professor Desmiolado (The Absent-Minded Professor) dirigida em 1988 por Robert Scheerer, que por sua vez também foi baseada no filme The AbsentMinded Professor, que foi dirigido por Robert Stevenson em 1968. Flubber então é o remake do remake!! Nenhum dos dois filmes originais saiu aqui no Brasil.

– Eu sou a Lenda (I am Legend – 2007): Dirigido por Francis Lawrence e estrelado por Will Smith, esse excelente drama/suspense é outro caso de remake do remake. Eu sou a Lenda é baseado em The Omega Man, dirigido Boris Sagal e estrelado por Charlton Heston em 1971. Este por sua vez é baseado no filme Mortos que Matam (The Last Man on Earth), dirigido por Ubaldo Ragona e estrelado por Vicent Price em 1964. dos dois filmes originais só podemos encontrar Mortos que Matam que foi lançado pela distribuidora Multi Media Group numa edição fuleira que está a venda em bancas de jornal por R$5,00 em média. The Omega Man nunca foi lançado no Brasil.

– Quando um Estranho Chama (When a Stranger Calls – 2006): Dirigido por Simon West e estrelado por Camilla Belle, esse suspense é baseado no filme When a Stranger Calls dirigido por Fred Walton e estrelado por Carol Kane. Segundo opiniões de amigos o filme de 2006 só tem uma coisa boa: a atriz Camilla Belle e SÓ! O original nunca foi lançado aqui no Brasil.

– Viagem Maldita (The Hills have Eyes – 2006): Dirigido por Alexandre Aja e estrelado por Aaron Stanford e Kathleen Quinlan, esse suspense/terror foi baseado no filme Quadrilha de Sádicos (The Hills have Eyes), dirigido e escrito pelo mestre Wes Craven e estrelado por Michael Berryman de 1977. Tanto o original quanto o remake tiveram continuações. Apenas os remakes foram lançados aqui no Brasil.

– Pulse – O Filme (Pulse – 2006): Dirigido por Jim Sonzero e estrelado por Kristen Bell e Ian Somerhalder, este filme de terror foi baseado na produção japonesa Kairo, dirigida e escrita por Kiyoshi Kurosawa e estrelada por Haruhiko Kato em 2001. Este remake vem na cola da “moda” do cinema americano de adaptar filmes de terror japoneses como O Chamado (Ringu) e O Grito (Ju-on). O filme original de Kurosawa nunca foi lançado aqui no Brasil.

Obs: já que mencionei O Chamado e O Grito, gostaria de reclamar do tratamento mequetrefe que foi dado pela distribuidora Califórnia Home Vídeo a esses originais. De que adianta lançar bons filmes como esses numa edição tão porca?

– Vanilla Sky (Vanilla Sky – 2001): Dirigido Cameron Crowe e estrelado por Tom Cruise e Cameron Diaz, esse drama é baseado no filme espanhol Abre Los Ojos, dirigido por Alejandro Amenábar e estrelado por Eduardo Noriega e Penélope Cruz (que participou também do Remake) de 1997. O original nunca foi lançado aqui no Brasil.

E para que não fiquemos apenas nas reclamações gostaria de comentar um caso em que tanto o remake quanto o original tiveram boas edições lançadas aqui no Brasil.

Trata-se do filme A Noite dos Mortos Vivos! O remake, dirigido pelo artista dos efeitos especiais Tom Savini em 1990 foi lançado aqui pela Sony numa edição simples porém bem fetinha. Já o original dirigido pelo “Papa dos Zumbis” George A. Romero em 1968 teve uma ótima edição lançada recentemente pela Editora NBO com as versões colorizada e Preto-e-branca no mesmo DVD, com luva e alguns extras interessantes.

Espero que este texto sirva de testemunho que as distribuidoras poderiam tomar vergonha na cara e tratar os consumidores brasileiros com um pouco mais de consideração.

Um abraço e até a próxima!

Alexandre “NerdMaster” Garcia

Anúncios

Responses

  1. Gostei muito da matéria! Foi bom me informar sobre os nomes dos filmes originais.

    Gostei muito de o Grito, mas tenho certeza de que, como todo filme oriental, a versão original deva ser bem superior em qualidade de história!

    Obrigado aí, Alex!
    Belo trabalho!

  2. Boa Matéria, mas a respeito do ” A”noite dos Mortos Vivos”, ja teve outras edições lançadas anteriormente…
    Tem até uma edição de comemorativa de aniversário…

  3. Excelente texto Nerd, só lembrando que A Fantástica Fábrica de Chocolate foi lançado o original e o remake ! Apesar de que o original merecia uma edição com extras legendados !

  4. Valeu Minduim!

    Eu sei que os dois Fantástica Fábrica foram lançados. Eu usei esses filmes como exemplo do que era um “remake”.

    A lista dos filmes que só saíram em remake começa no “A Gaiola das Loucas”

  5. “Segundo opiniões de amigos o filme de 2006 só tem uma coisa boa: a atriz Camilla Belle”

    Ahan!

  6. De modo geral eu não sou muito de remakes, embora existam exceções honrosas(Scarface p exemplo) a quantidade de remakes q são infinitamente piores q o original supera de longe os bons remakes. Os 3 q me vêm à cabeça num primeiro momento: O próprio A Gaiola das Loucas, cujo original com os fantásticos Michael Serrault e Ugo Tognazzi mata a pau a constrangedora refilmagem com R Williams; além do lamentável remake de Rollerball, cujo original é muito legal com James Caan e o remake foi filmado em ritmo de videoclip ficando um lixo total, e finalmente o , na minha modesta opinião, pior remake de todos, q é o Psicose cujo original dispensa comentários dada sua genialidade e o remake tb dispensa comentários dada à sua mediocridade…
    Felizmente Psicose e Rollerball tiveram seus originais lançados por aqui… A Gaiola das Loucas o original, eu consegui comprar o VHS de uma locadora e passei pra DVD-R; muito longe do ideal, mas foi o modo de ter esse filmaço pra assistir a qqr hora…
    Agora , segundo eu li, está em andamento um remake do genial Farenheit 451 do igualmente genial François Truffaut.. Segundo consta, dirigido pelo Frank Darabount… Misericórdia!!!!!!

  7. Puxa.. tem filmes que eu nem sabia que eram remakes.. como o FLuber..
    Uma pena não termos à disposição esses títulos originais que na maioria das vezes são bem superiores aos remakes!

  8. Remakes são válidos quando os originais são desconhecidos de grande parte do grande público. Um exemplo que me ocorre agora é “Onze Homens e um Segredo” cujo filme original estrelado por Frank Sinatra jamais seria conhecido por mim se Soderberg não resolvesse refilma-lo (com extrema competência, diga-se de passagem).

  9. Oi, eu vim falar de uma coisa nada haver sobre esse post.

    Olha só eu queria perguntar se vc pode me informar onde eu posso achar o dvd duplo do filme Lisbela e o Prisioneiro, pq eu só acho o dvd simple, mas no site da fox (http://www.foxfilm.com.br/dvd/lisbela-e-o-prisioneiro/1090/) fala do duplo.

  10. Nunca vi essa edição de Lisbela e o Prisioneiro. Pra mim é lenda urbana.

    Mas os dois discos podem ser comprados avulsos, num balaio de uma Americanas perto de você.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: